APEFUG

Você já ouviu falar em “pesquisador de futebol”? Sim, ele existe. Aliás, nós existimos. Chame nosso trabalho de passatempo, terapia, entretenimento ou até mesmo brincadeira. Não importa. E não nos importamos.

Para nós, pesquisar futebol é assunto sério. Exige dedicação, horas e mais horas submersos em um mundo pouco atrativo para a maioria das pessoas: bibliotecas, arquivos, porões e sótãos de qualquer associação, organização, clube ou federação ou acervos públicos ou particulares. Não importa se a informação que precisamos está em um jornal, revista, livro, álbum ou súmula. Se tem o dado que precisamos, mesmo a menor pista que seja, lá estamos nós.

Apesar de sermos atraídos pelo “cheiro de jornal velho”, somos modernos também. É óbvio que a internet é nossa aliada. E é graças a ela que nos reunimos, embora ainda tenhamos o hábito de trocar cartas!

Quem somos, afinal?

As profissões, aqui, são o que menos importa. Somos pesquisadores de futebol, e isso nos basta. Cada um na sua especialidade, das fichas dos jogos ao registro de nascimento de um jogador, daquele registro de gol que parecia perdido ao escudo de uma equipe que há anos passou a existir apenas nas lembranças.

Foi assim, reunindo hoje mais de 40 participantes, que formamos a Associação dos Pesquisadores do Futebol Gaúcho, a APEFUG, fundada no nosso grupo de WhatsApp em Março de 2019. Conheça um pouco do trabalho de cada um de nós e, claro, fique à vontade para nos procurar em qualquer um dos canais aqui listados a seguir.

O Elenco da APEFUG

Assim como em um time ou uma série de sucesso, temos vários colegas que vez por outra, conforme sua linha de atuação contribuem em diferentes frentes, com seus blogs, sites e redes sociais, cada um ao seu tempo e jeito, buscando certamente sempre avançar nas pesquisas e descobertas. Abaixo estarão listados os nomes de todos que fazem parte do projeto, não sem antes fazer o registro in memorian, ao colega Marlon Krüger Compassi (Panambi, RS), que até onde sua passagem por aqui não chegou ao fim, esteve sempre empenhado e entusiasmado com a ideia de  criar a APEFUG.

Diego Salton – Montenegro (RS) – diegosalton@gremiopedia.com – Grêmiopédia

Fábio Bloise Mundstock – Porto Alegre (RS) – fabiomundstock@yaho.com.br – @historiagremio

Fred Mendes – Pelotas (RS) – contato@arquivolobao.com.br – Arquivo Lobão

Gilson Warken – Novo Hamburgo (RS) – gilsonwar58@hotmail.com – Futebol de NH e outras Histórias (Facebook)

Guilherme Paravisi Machado – Passo Fundo (RS) – gauderio_rgs@yahoo.com.br – Times do RS

Gustavo Cortes – Caxias do Sul (RS) – gustavo-cortes@bol.com.br

Izan Müller da Silva – Pelotas (RS) – cemporcentoperiferia@gmail.com

João Batista Lopes da Silva – Viamão (RS) – jblopes@gmail.com – Acervo, Almanaque, Tabelão

Johny Vasconcellos Fraga – Artigas (URU) – Anotando Futbol

Jorge Roth – Caxias do Sul (RS) – jorge.roth@sercaxias.com.br

José Luiz Tavares Maciel – Sapucaia do Sul (RS) – joseltmaciel@gmail.com

José Mário Passeto – Nova Santa Rita (RS)

Josiel Medeiros – Sombrio (SC) – josielmedeiros@hotmail.com – Grêmiopédia

Juliano Freitas – Pelotas (RS) – contato@classicobrapel.com.br – Clássico BRAPEL

Junior Morais – Canoas (RS) – juniormorais@msn.com – Grêmiopédia

Leonardo Reis de Souza – Porto Alegre (RS) – reissouza@gmail.com – Museu do Futebol Gaúcho

Lucas Scherer – Concórdia (SC) – contato@futeboldepassofundo.com.br – Futebol de Passo Fundo

Marcelo Barboza – Pelotas (RS) – celobarboza@gmail.com – Colecionador Xavante

Marco Antônio Damian – Passo Fundo (RS) – marcoadamian@yahoo.com.br

Marco da Silva Lucas – Rivera (URU) – elcorreodemarco@yahoo.com

Rafael Bernardi Rizzon – Caxias do Sul (RS) – rafaerizzon@hotmail.com

Ricardo Santos Soares – Porto Alegre (RS) – elvismorreusim@hotmail.com – @ricardo.s.soares (Instagram)

Rosélio Luis Basei – Sapiranga (RS) – roselioluisbasei@gmail.com – Facebook

Santiago Cruz – Porto Alegre (RS) – santiago.rsssf@gmail.com – RsssfBrasil

Silvio Sosa – Rivera (URU) – silviososa@terra.com.br

Telmo Paravisi Machado – Passo Fundo (RS) – telmopmachado@yahoo.com.br – Times do RS

Antes mesmo da APEFUG ganhar este nome, já existia uma movimentação e intercâmbio de pesquisadores, com diversos encontros anuais que são sempre lembrados, certa feita, em 2006 houve uma reportagem do site Pelenet, falando sobre nós.

%d blogueiros gostam disto: