Gauchão – 1981

Dados do Campeonato Gaúcho da 1ª Divisão de 1981, com a especial ajuda dos colegas Izan Müller, Júlio Bovi Diogo, Lucas Scherer, Luis Alvirubro, Rafael Rizzon, Rafael Vinholes e Sílvio Sosa, aos quais deixo aqui meu grande agradecimento pelas inestimáveis colaborações.

O Mapa da Bola do Gauchão de 1981 – Criação e Ilustração de Lucas Scherer.

Os Números do Campeonato

Número de Participantes: 12
Jogos: 189
Gols: 372
Período: 07/06/1981 a 29/11/1981
Campeão: Internacional
Rebaixados: Armour e São Gabriel
Melhor Ataque: Grêmio (63 Gols)
Melhor Defesa: Grêmio e Internacional (17 Gol)
Pior Ataque: Guarany – BG (12 Gols)
Pior Defesa: Armour e São Borja (39 Gols)
Tabela: Tabelão do Súmulas-Tchê
Elencos: Relação de Atletas
Imagens: Acervo Digital

Internacional, Campeão Gaúcho de 1981: Paulinho, Benítez, André Luís, Mauro Galvão, Rodrigues Neto e Mauro Pastor Sílvio, Ademir, Bira, Cléo e Silvinho. Fonte: Pinterest

Quadro Geral de Artilheiros

COM 20 GOLS:
Baltazar [Grêmio]
COM 14 GOLS:
Paulo Isidoro [Grêmio]
COM 13 GOLS:
Nei [Internacional – SM]
COM 11 GOLS:
Bira e Cléo [Internacional]
COM 10 GOLS:
Zezinho [Caxias]
COM 9 GOLS:
Cigano [São Gabriel] e Neca [São Paulo]
COM 8 GOLS:
Guinga [Internacional – SM] e Catarina [Juventude (RS)/São Paulo]
COM 7 GOLS:
Romário [Armour (RS)/Brasil – PE], Téco [Caxias], Toninho [Internacional – SM], André Luís [Internacional] e Müller [Novo Hamburgo]
COM 6 GOLS:
Leopoldo [Armour], Héber [Grêmio], Dagoberto [Juventude (RS)/São Borja] e Paulo Ricardo [Novo Hamburgo]
COM 5 GOLS:
Andrézinho [Brasil – PE], Bagé [Caxias], Geraldão [Grêmio], Silvinho [Internacional] e Itamar Silva [Novo Hamburgo]
COM 4 GOLS:
Newmar e Tarciso [Grêmio], Ivan Couto [Guarany – BG], Odir [Novo Hamburgo] e Ilo [São Borja]
COM 3 GOLS:
Coringa [Armour], Parraro [Brasil – PE], Odair [Grêmio], Beto Gaúcho [Guarany – BG], Donga e Róbson [Internacional – SM], Jaiminho, Jésum, Píter e Silvio [Internacional], Júlio Cézar, Müller e Quico [São Borja], Carlos Alberto e Enoir [São Paulo]
COM 2 GOLS:
Luiz Carlos Gaúcho [Armour], Anílson, Jairo e Peninha [Brasil – PE], Carlos Alberto Batata, Tadeu Bauru, Tite e Toninho [Caxias], Flávio Roberto, Uchôa e Vílson Tadei [Grêmio], Roberto e Valdo [Internacional – SM], Nílson Dias e Rodrigues Neto [Internacional], Delmar e Lourival [Novo Hamburgo], Morsa e Silmar [São Borja], Duda e Júnior [São Gabriel], Ademir Gaúcho, Carlão, Paulo César Tatu, Pedro Renato e Severo [São Paulo]
COM 1 GOL:
Astronauta e Preta [Armour], Cacaio, Célio, Élton, Leonardo, Leonel e Piava [Brasil – PE], Birinha, Daio, Luís Cláudio, Luiz Carlos e Serginho [Caxias], Bonamigo [Grêmio], Joel, Kina, Luís Fernando Flôres e Pocho [Guarany – BG], Chicota e Gérson [Internacional – SM], Ademir, Assis, Jones, Mário Sérgio, Mauro Pastor, Paulinho e Pedro Verdum [Internacional], Celso Guimarães, Clóvis, Jesus, Lauri, Marquinhos e Paulinho Gaúcho [Juventude], Jorge Santos, Letiere, Passos e Ronaldo [Novo Hamburgo], Fernando e Vandenir [São Borja], Lauro, Marcolan, Saraco e Sérgio Vieira [São Gabriel], Djalma, Marquinhos, Neilson e Preto [São Paulo]

Artilheiros Negativos

COM 1 GOL CONTRA:
Solis [Armour], Tino [Brasil – PE], Carlos Alberto Batata e Casagrande [Caxias], Renato Mineiro [Novo Hamburgo] e Carlão [São Paulo].

O Artilheiro

Baltazar
Baltazar Maria de Morais Júnior
20 Gols
33 Jogos
00 Cartões Amarelos
00 Expulsão

Regulamento, Classificação, Tapetão e Descenso

O regulamento do Campeonato Gaúcho de 1981 estabeleceu a disputa da primeira fase em dois turnos, todos contra todos, o campeão de cada turno assegura 1 ponto extra de bonificação para a fase final, além de 1 ponto extra de bonificação, igualmente para a fase final, para a melhor equipe do interior em cada um dos turnos.

No primeiro turno, Grêmio campeão e Caxias melhor equipe do interior, levaram 1 ponto extra

No segundo turno, Internacional campeão e Novo Hamburgo melhor equipe do interior, levaram 1 ponto extra, o detalhe fica por conta do último jogo da primeira fase, no segundo turno, onde Internacional de Santa Maria e Novo Hamburgo tiveram um confronto direto pela condição de melhor equipe do interior, o Inter – SM levava a vantagem de jogar por um empate, porém, perdeu o jogo por 0-1, deixando as duas equipes empatadas com o mesmo número de pontos. Prevendo que isso poderia ocorrer, a FGF estipulou que se houvesse empate em pontos, prorrogação e se fosse necessário pênaltis desempatariam e apontariam a melhor equipe do Interior. O Novo Hamburgo então venceu no tempo normal por 1-0, houve um empate sem gols na prorrogação e nos pênaltis o Novo Hamburgo venceu por 5-4.

Na ponta de baixo da tabela, houve o rebaixamento direto do Armour como a pior equipe entre as 12 disputantes, ficando São Gabriel e Juventude empatados na penúltima colocação, fato que forçou um jogo desempate disputado em campo neutro, em Santa Cruz do Sul, que terminou com a vitória do Juventude por 3-1, rebaixando o São Gabriel.

A equipe do São Gabriel foi penalizada pela escalação irregular do atleta Saraco, na partida contra o São Borja em 09/09/1981, no empate em 0-0, o São Borja recorreu mediante nota de protesto anexada a súmula do jogo, indicando que o atleta adversário, deveria cumprir suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo, o protesto foi julgado e a justiça sentenciou o São Gabriel a ter o placar alterado para uma derrota de 0-2. Curiosamente o meia Saraco acabou indo reforçar o São Borja na fase final.

Transferências de Atletas na Fase Final do Campeonato

Após o término da primeira fase, as equipes classificadas para o Octogonal-Final podiam se reforçar com atletas que até então estavam defendendo as equipes que acabem sendo eliminadas. Assim 11 atletas acabaram reforçando os finalistas, conforme quadro abaixo:

Atleta Origem Destino
Catarina
Chico Assis
Cigano
Dagoberto
Jesus
Júnior
Miralha
Pocho
Romário
Saraco
Solis

O Juventude foi o time que mais atletas transferiu para os outros clubes, quatro ao total, enquanto o São Borja foi o que mais se reforçou igualmente com quatro atletas. Dois detalhes chamam a atenção, Cigano, centroavante, saiu do rebaixado São Gabriel para ser Campeão no Internacional, enquanto o então aposentado Deca, que foi goleiro de vários times, iniciou a sua carreira de treinador no São Gabriel, onde dirigiu a equipe até 04/09/1981, quando deixou o cargo e voltou a carreira de atleta, indo parar no Inter – SM, não chegando a atuar, mas ficando em vários jogos no banco de reservas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: