Torneio Extra e Copa Governador 1970

Torneio Extra e Copa Governador 1970

A década dos anos 60 e início dos 70, modificou de vez o cenário do futebol no Brasil, o consolidação do Campeonato Nacional, inicialmente Taça Roberto Gomes Pedrosa (Disputado de 1967 a 1970) e posteriormente o Campeonato Brasileiro (De 1971 até os dias de hoje), tomou espaço no Calendário Nacional, antes amplamente dominado por Competições Estaduais e Regionais.

No Rio Grande do Sul, Grêmio e Internacional, começaram a dividir as atenções entre Gauchão e Robertão, inviabilizando uma disputa de estadual durante o ano inteiro, como vinha ocorrendo desde o ano de 1961.

Assim, em 1970 a Federação Gaúcha, encurtou o estadual, que teve sua disputa de Fevereiro a Outubro. Ao final da primeira fase, no dia 14/06/1970, 8 clubes (Ypiranga, Juventude, Gaúcho, Barroso São José, Brasil – PE, Aimoré, Guarany – BG e Farroupilha) haviam sido eliminados da disputa e na teoria, o ano chegava ao fim para eles.

A Federação então entrou em cena, criando duas competições, o Torneio Extra e a Copa Governador, competição esta que se tornou tradicional do estado sendo largamente disputada nas décadas de 70, 80 e 90, sendo mais tarde renomeada para Copa Estado do Rio Grande do Sul.

A primeira competição, seria o Torneio Extra, batizada de Everaldo Marques de Souza, lateral esquerdo do Grêmio e único jogador de uma equipe Gaúcha e integrar o Selecionado Campeão Mundial.

Com base nas incertezas dos novos moldes de disputa no estado, Brasil de Pelotas e Juventude acabaram desistindo de disputar o Torneio, ficando assim 6 equipes divididas e 2 chaves.

Grupo A: Aimoré, Farroupilha e Guarany – BG
Grupo B: Barroso São José, Gaúcho e Ypiranga

Para evitar maiores prejuízos, a maioria dos jogos foi disputada durante a preliminar dos jogos da fase final do Gauchão de 1970.

A competição iniciou no dia 19/07/1970 e terminou no dia 30/08/1970, com o Gaúcho de Passo Fundo conquistando o título, ao bater o Barroso São José de Porto Alegre por 1-0.

Com o final do Gauchão, no dia 04/10/1970, Grêmio e Inter partiram para a disputa do Torneio Roberto Gomes Pedrosa, e deixando os demais participantes da 2ª Fase do Gauchão (Flamengo, Esportivo, Cruzeiro, Novo Hamburgo, Santa Cruz, 14 de Julho – PF, Internacional – SM e Pelotas), liberados para disputar a Copa Governador Walter Peracchi Barcelos.

Gaúcho e Barroso São José, campeão e vice do Torneio Extra, também fariam parte da disputa, que foi divida em 2 grupos:

Grupo A: Flamengo, Novo Hamburgo, 14 de Julho – PF, Gaúcho e Esportivo.

Grupo B: Cruzeiro, Inter – SM, Barroso São José, Pelotas e Santa Cruz.

Para tornar a disputa mais interessante ao público, alguns critérios diferenciados foram adotados, como por exemplo 8 Pontos para a Vitória (+ 1 ponto para cada gol de diferença) e 4 Pontos para o Empate.

Assim como no Torneio Extra, a maioria das partidas foi disputada na preliminar dos jogos da dupla GreNal. Na Semifinal, uma rodada dupla no dia 13/12/1970, no Beira-Rio, apontou os finalistas. No primeiro jogo, o Novo Hamburgo bateu o Inter – SM por 5-4 nos pênaltis, após um empate de 1-1 no tempo normal. No jogo de fundo, o Cruzeiro derrotou o Flamengo de Caxias do Sul por 2-1.

A final, foi marcada para Beira-Rio, no dia 17/12/1970, como a preliminar do Amistoso entre Internacional e Ferencvaros da Hungria. Como previsto, Cruzeiro e Novo Hamburgo se foram a campo, Helenilton havia marcado para o Novo Hamburgo, que vencia até os 14 minutos do 2º tempo, quando acabou a luz e não mais voltou.

No dia seguinte, no mesmo local e horário, lá estavam frente a frente, Novo Hamburgo e Cruzeiro, recomeçando o jogo com o placar em 0-0. Aos 5 minutos, Arnaldo colocou o Cruzeiro na frente, . Na segunda etapa, Pio ampliou aos 32 e Jorge Tabajara descontou para o Novo Hamburgo aos 39. O Juiz ainda expulsara Arnaldo e o reserva Renato Silva do Cruzeiro, mesmo assim, a equipe de Porto Alegre conseguiu segurar o resultado e garantir o título da 1ª Copa Governador do Estado.

A foto publicada postada aqui, pertence ao acervo do jornalista Carlos Matzembacher e foi publicada na revista Bola em Jogo (Nº 132, Junho/2010), nela podemos ver:
Wilson, Abrahão Lermann (Massagista), Renato Côgo, Eraldo, Miguel, Pitico, Bido, Luiz Carlos, Ortunho, Laone, Rafael Peres Borges (Presidente) e Wilson Tergal (Em Pé).
Joãozinho, Carlinhos, Cacildo, Pio, Bocão (Massagista), Léo Copstein (Médico) (Agachados).

Ao todo, o Cruzeiro disputou 6 jogos, venceu 4 e empatou 2, marcou 12 e sofreu 4 gols, 19 jogadores foram utilizados, abaixo um pouco mais de cada um deles:

Cacildo
Cacildo Perrone
Atacante, 28 anos (08/07/1942, Porto Alegre, RS)
6 Jogos (2 gols)

Laone
Laone Luiz Luz
Atacante, 24 anos (07/09/1946, São Leopoldo, RS)
6 Jogos

Miguél
Mychailo Kamianecky
Zagueiro, 25 anos (09/12/1945, Hanover – Alemanha)
6 Jogos

Ortunho
Jorge Carlos Carneiro
Zagueiro, 35 anos (01/10/1935, Porto Alegre, RS)
6 Jogos

Pio
Carlos Alberto Gama
Meia, 25 anos (03/05/1945  Porto Alegre, RS)
5 jogos (1 gol)

Renato Silva
Renato Pires da Silva
Lateral, 30 anos (16/11/1940, Porto Alegre, RS)
5 Jogos (1 gol)

Wilson
Wilson Martins
Goleiro, 26 anos (02/05/1944, Laguna, SC)
5 jogos (Sofreu 3 gols)

Arnaldo
Arnaldo Borges de Mello
Atacante, 21 anos (18/07/1949, Cubatão, SP)
4 jogos (3 gols)

Bido
José Antonio Ardais Wortmann
Volante, 28 anos (18/07/1942, Quaraí, RS)
4 jogos

Joãozinho
João Inácio Costa
Meia, 23 anos (15/07/1947, Porto Alegre, RS)
4 jogos (2 gols)

Renato Côgo
Renato de Souza Côgo
Lateral, 23 anos (01/12/1947, Porto Alegre, RS)
4 jogos

Carlinhos Sete-Léguas
Carlos Miguel da Silva
Atacante, 19 anos (13/04/1951, Roca Sales, RS)
3 jogos

Índio
Suisberto Ubirajara da Silva
Meia, 23 anos (27/06/1947, Montenegro, RS)
3 jogos (1 gol)

João Pedro
João Pedro Hermann
Atacante, 25 anos (02/01/1945, Montenegro, RS)
3 jogos (1 gol)

Pitico
Ronaldo Barsotti de Freitas
Volante, 21 anos (06/03/1949, Santos, SP)
3 Jogos (1 Gol)

Cláudio Danni
Cláudio João Danni
Zagueiro, 28 anos (22/02/1942, Porto Alegre, RS)
2 Jogos

Wilson Tergal
Wilson Ferreira
Atacante, 28 anos (16/12/1942, Guararapes, SP)
2 Jogos

Eraldo
Eraldo Índio dos Santos
Lateral, 26 anos (05/06/1944, São Jerônimo, RS)
1 Jogo

Henrique
Helmuth Henrich Wandel
Goleiro, 36 anos (29/07/1934, Santa Cruz do Sul, RS)
1 Jogo (Sofreu 1 Gol)

O comando técnico, esteve a cargo de Sérgio Moacyr Torres Nunes, posteriormente sendo substituído por Ney Oliveira.

Como já foi dito, a Copa Governador de 1970, foi um marco na história do futebol no estado, depois dela, muitas outras “Copinhas”, foram disputadas, porém, um outro fato também deve ser lembrado, este foi o último grande momento do Cruzeiro no cenário do futebol Gaúcho, o clube iniciava ali, um período de profunda decadência, que culminou com o seu licenciamento em 1979 e um afastamento das competições até o ano de 1991.

Hoje, de volta a 1ª Divisão, desde 2011 o clube respira novos ares, está mudando de sede, logo deixará Porto Alegre para mandar seus jogos na vizinha cidade de Cachoeirinha, que o futuro reserve grandes alegrias ao clube e muitas e muitas Copinhas a mais para todos nós, amantes do futebol.

Saiba mais sobre a Copa Governador e o Torneio Extra de 1970 nos links abaixo.

Copa Governador – 1970
http://sumulas-tche.blogspot.com/2013/01/copa-governador-walter-peracchi.html

Torneio Extra – 1970
http://sumulas-tche.blogspot.com/2013/01/torneio-extra-1970_2.html

Anúncios

3 Respostas

  1. parabens pelo trabalho sou marcos perrone filho do cacildo

  2. Mychailo Kamianecky: irmão do Alex?

    1. Sim!
      E assim como o Alex, teve o apelido aportuguesado para Miguel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: