Amistosos 1991 – Na abertura da temporada, Inter perde para o Hamburgo

Em tempos de início de temporada, vamos entrar no Túnel do Tempo e viajar até o ano de 1991, no mês de Janeiro, quando em Porto Alegre o Internacional se preparava para iniciar mais um ano de competições. Tentando apagar a má imagem deixada em 1990, quando por pouco não foi rebaixado para a 2ª Divisão do Brasileiro, o Inter se reforçou para encarar o ano de 1991, tendo já no início do ano, o Brasileirão pela frente.

A reapresentação dos atletas ocorreu no Beira-Rio dia 14/01/1991, contando com 41 jogadores, o técnico Ênio Andrade, recebeu 21 atletas remanescentes de 1990, 13 atletas que voltaram de empréstimos, 6 jovens promovidos da categoria de base além da grande contratação de 1991, Cuca, ex-jogador do Grêmio que estava no Real Valladolid da Espanha.

Confira agora a lista completa, divulgada no Jornal Zero Hora de 14 de Janeiro de 1991.

Goleiros: Ademir Maria, César Silva e Maizena
Defesa: Célio Lino, Chiquinho, Daniel Franco, Eliseu, Márcio Rossini, Márcio Santos, Pinga, Ricardo e Sandro Becker
Meias: Guedes, Simão, Cuca, Luiz Fernando Gomes, Marcelo Prates
Atacantes: Aléx Rossi, Edmundo, Edu Lima, Hamilton e Paulinho Criciúma

Retornaram de Empréstimo, os seguintes jogadores:

Goleiro: Tiago (Dinamo – RS)
Defesa: Bidu (Oriental – RS), Kiko (Avenida – RS), Norton (Sport Boys), Maurício Vovô (Araranguá – SC)
Meias: Bonamigo (Coritiba – PR), Dacroce (Fluminense – RJ), Marquinhos (Sport Boys – PER), Zé Carlos (Guarani-SP)
Atacantes: Caril (Juventude – RS), Carióca (Coritiba – PR), Jorjão (Juventude – RS), Marcelo Vita (Blumenau – SC)

Foram promovidos da categoria de base:

Carlos Roberto (Lateral), Ediomar (Atacante), Evandro (Atacante), Alberto (Goleiro), Fábio Cabeça (Atacante) e Gilmar (Atacante)

Já na apresentação, o zagueiro Márcio Rossini, que tinha o passe alugado até Junho de 1991, pediu para sair, devido ao fato de ter sido pouco aproveitado durante o período em que esteve no clube. Na sequência, chegaram ao clube, o lateral Luiz Carlos Winck e o zagueiro Célio Silva, ambos vindo do Vasco da Gama – RJ e atacante Édson, do Cruzeiro – MG.

manchete_inter_hamburgo

Chamada do Jornal Zero Hora no dia da partida.

A temporada de jogos foi inaugurada no dia 29/01 de 1991, contra o Hamburgo, da Alemanha. Ainda sentindo o período inicial de preparação, o Inter acabou sendo derrotado por 1-0, mas o maior prejuízo, ficou por conta do estreante Édson, o atacante torceu o joelho e acabou desfalcando a equipe durante todo o Campeonato Brasileiro de 1991. Mesmo com o resultado negativo, foi possível avaliar melhoras na equipe, comparando com o desastroso ano de 1990.

Internacional
0 1 Hamburgo
Data: 29/01/1991 [Terça-Feira], Hora: 21:00, Local: Beira-Rio (Porto Alegre, RS), Arbitragem: Luís Cunha Martíns, com Justimiano Almeida Gularte, Carlos Augusto Kruse, Renda: 11.390.400, 00, Público: 11.736, Gols: Thomas Doll aos 5′, Cartão Amarelo: Marcelo Prates (I), Beiersdorfer (H).
internacional (Porto Alegre, RS) César Silva, Luiz Carlos Winck, Célio Lino, Célio Silva, Márcio Santos; Simão, Júlio, Cuca, Aléx Rossi; Hamílton (Paulinho Criciúma) e Édson (Marcelo Prates). Técnino: Ênio Andrade.
Hamburgo (GER) Golz; Rohde, Kober, Beiersdorfer e Spirl; Eck, Matysik e Van Heesen (Your Bouder); Jüsüf, Furtok (Koch) e Thomas Doll (Holger). Técnico: Gerd-Volker Scock.
Imagem

O estreante Cuca, mostrou muita disposição na meia-cancha colorada (Foto: Jornal Zero Hora, 30/01/1991)

Imagem

Sentindo ainda a falta de ritmo de jogo e com alguns reservas em campo, o Inter acabou perdendo para o aplicado Hamburgo. (Foto: Jornal Zero Hora, 30/01/1991).

O Centroavante Hamilton, faz um malabarismo para tentar vencer o lance, a concorrência pela camisa 9 aumentaria após este jogo. (Foto: Jornal Zero Hora, 30/01/1991)

No dia seguinte ao amistoso, clube ao clube, vindo do Benfica de Portugal o atacante Lima, de 29 anos, ex-atacante do Grêmio de 86 a 88, Lima marcou época no estádio Olímpico, assim como Cuca, que já estava no Beira-Rio, com essas duas contratações, o Inter respondia a altura a presença de Maurício e Nílson, ex-ídolos do clube que estavam no Grêmio.

Imagem

Esta foto foi publicada no Jornal Zero Hora e mostra o centroavante Lima sendo carregado por torcedores no momento de sua chegada.

O clube ainda traria goleiro paraguaio Fernandez, vindo de Cerro Porteño, inicialmente, o clube pretendia trazer o soviético Dasayev, mas a dificuldade em acertar o negócio acabou desanimando os dirigentes colorados.

Encerrando o ciclo de caras novas no Beira-Rio, Helcinho, ex-atacante do Guarani de Campinas, foi trazido para o lugar de Édson, que ficaria meio ano parado, devido a lesão no amistoso contra o Hamburgo.

A titulo de curiosidade, o alemão camisa 10 Thomas Doll, autor do gol do Hamburgo contra o Inter, faz parte de um seleto grupo de 8  atletas alemães, que defendeu as Seleções da Alemanha Oriental (extinta) e a Alemanha Reunificada. Doll nasceu em Malchin, no dia 09/04/1966.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: